#AjudeVivi: Criança com leucemia precisa de transplante de medula

ANPR apoia a campanha que tenta achar um doador para Vivian Iliopoulos

A ANPR está apoiando a campanha “#AjudeVivi”. Vivian Iliopoulos tem dois anos de idade e precisa de um transplante de medula óssea. Ela tem leucemia, já passou por uma quimioterapia, mas sofreu uma recaída. Vivi está internada no Hospital da Criança de Brasília José de Alencar.

A doença foi descoberta em outubro de 2013 e o tratamento durou um ano e meio. A família achou que a criança estava curada, mas soube que a doença tinha voltado. Diante do novo diagnóstico, o próximo passo é receber mais um ciclo de quimioterapia para preparar o corpo da bebê para um transplante — única chance de Vivi se curar.

Para ajudar, é preciso fazer um cadastro no Hemocentro como doador de medula óssea. O perfil dos doadores deve atender algumas exigências: ter entre 18 e 55 anos, estar em bom estado de saúde e não ter doença infecciosa ou incapacitante. Uma vez feito o cadastro, poderá ser chamado, caso seja identificado como compatível com algum paciente. O cadastro pode ser feito no Hemocentro de cada unidade da Federação. O voluntário têm o sangue coletado para determinar características genéticas que sejam compatíveis com as do receptor.