Força-tarefa Lava Jato vence Prêmio Innovare 2016

Os vencedores do 13º Prêmio Innovare foram anunciados hoje, 6, em cerimônia no STF

Considerado uma das premiações mais importantes da Justiça brasileira, este ano, o Innovare contemplou a Força-tarefa Lava Jato como melhor prática, na categoria Ministério Público.

A solenidade contou com a presença do presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, que ressaltou a importância do trabalho feito pela Lava Jato. “O resultado dessa Força-tarefa vem de grandes inovações nas investigações e da dedicação de profissionais sérios. Um prêmio mais do que merecido”, comemorou Robalinho.

Para o procurador da República Deltan Dallagnol, as novas técnicas de investigação usadas na força-tarefa possibilitaram tal resultado. Entre elas, ele destacou a análise informatizada de grande volume dados, o uso da colaboração premiada e a cooperação internacional. “Esse tipo de premiação é, na verdade, um apoio que aflora à superfície. São manifestações de identificação de toda sociedade brasileira com essa causa, o que é essencial”, afirmou Dallagnol.

O trabalho conjunto com outros órgãos, como a Polícia Federal, Receita, Tribunal de Contas, Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Controladoria Geral da União (CGU) e Advocacia Geral da União (AGU), também foi destacado pelos vencedores do prêmio.

Compõem a Força-tarefa Lava Jato os seguintes membros do MPF: Deltan Dallagnol, Roberson Pozzobon, Orlando Martello Júnior, Paulo Roberto Galvão de Carvalho, Diogo Castor de Mattos, Laura Gonçalves Tessler, Carlos Fernando dos Santos Lima, Julio Carlos Motta Noronha, Antonio Carlos Welter, Athayde Ribeiro Costa, Januário Paludo, Andrey Borges Mendonça, Isabel Cristina Groba Vieira e Jerusa Burmann Viecili.

PRÊMIO INNOVARE

Em 2016, a premiação recebeu 482 inscrições, divididas em seis categorias – Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania. Dentre elas, 12 foram selecionadas e seis premiadas. Na categoria Ministério Público, foram inscritas 52 práticas de todo o país.

Criada em 2004, a premiação já registrou cerca de cinco mil práticas inscritas e mais de 150 premiadas. O Prêmio Innovare tem como objetivo reconhecer práticas eficientes que contribuem para a solução de problemas da Justiça brasileira.

A iniciativa é realizada pelo Instituto Innovare, Secretaria Nacional de Cidadania e Justiça do Ministério da Justiça, Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).

Resultado Prêmio Innovare 2016

Categoria Tribunal

– Projeto “Triagem parametrizada com automação de minutas” (DF)

Categoria Juiz

– Projeto Otimização eletrônica de benefícios de execução penal (PR)

Categoria Defensoria Pública

– Projeto Hipervulneráveis e o acesso ao saneamento básico: “Do esgoto ao mínimo existencial” (MA).

Categoria Advocacia

– Regularização fundiária: advocacia pública atuando para o reconhecimento de direitos (RS)

Categoria Justiça e Cidadania

– PJUR – Projeto de psiquiatria forense e psicologia jurídica do Estado de São Paulo (SP)