O documentário “Pedro Jorge: uma vida pela Justiça” será lançado hoje

O filme faz um resgate histórico do ocorrido, reunindo entrevistas além de imagens da cobertura televisiva e de matérias de jornais da época.

O ano de 2017 marca os 35 anos da morte do Procurador da República Pedro Jorge de Melo e Silva. O crime é relembrado no documentário “Pedro Jorge: uma vida pela Justiça”, que será lançado hoje, 27, às 19h30, no Cinema São Luiz, no bairro da Boa vista, centro do Recife (PE), com entrada gratuita.

O procurador Pedro Jorge foi assassinado em Olinda (PE), na década de 1980, durante a apuração de um caso de desvio de verbas públicas que ficou conhecido nacionalmente como o “Escândalo da Mandioca”.

O esquema desviou o equivalente a R$ 34 milhões de reais em créditos agrícolas (aproximadamente 1,5 bilhão de cruzeiros) dos cofres públicos, envolvendo várias pessoas, entre políticos, militares, fazendeiros e outros.

Ao formalizar as denúncias das fraudes, Pedro Jorge recebeu ameaças constantes. No dia 3 de março de 1982, o procurador foi assassinado com seis tiros quando saía de uma padaria no bairro onde morava, deixando viúva e duas filhas ainda crianças.

O filme “Pedro Jorge: uma vida pela justiça” é uma realização da Procuradoria Regional da República da 5ª Região, no Recife, em parceria com a Universidade Católica de Pernambuco. Produzido sem fins lucrativos, o média-metragem faz um resgate histórico do ocorrido, reunindo entrevistas de quem conviveu com a vítima ou acompanhou de perto o caso, além de imagens da cobertura televisiva e de matérias de jornais da época.

O documentário tem participação do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, dos ex-Procuradores-Gerais da República Geraldo Brindeiro e Aristides Junqueira, do arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, da viúva de Pedro Jorge, Maria das Graças Viegas, e de suas filhas, Roberta e Marisa, entre outras personalidades.

Lançamento “Pedro Jorge: uma vida pela justiça”

Data: 27.03.17

Hora: 19h30

Local: Cinema São Luiz – Recife (PE)

Entrada gratuita