AGO empossa Diretoria e Colégio de Delegados do biênio 2017/2019

Eventou ocorreu na manhã de ontem, 9

Nesta terça-feira, 9, em Assembleia Geral Ordinária, a nova Diretoria e o Colégio de Delegados da ANPR, para o biênio 2017/2019, foram empossados. A cerimônia foi presidida pela delegada da Associação em Alagoas, Niedja Gorete de Almeida Rocha Kaspary. Na ocasião, o colegiado aprovou o relatório de gestão apresentado pelo presidente, José Robalinho Cavalcanti. O documento reúne o trabalho desenvolvido nos últimos dois anos nas assessorias: Parlamentar e Associativa, Jurídica, de Eventos, Cultural, de Comunicação Social, de Convênios, Financeira e Administrativa. O documento está disponível na área restrita do site da ANPR.

Robalinho destacou que de todos os desafios da gestão, três foram elencados como primordiais: a consolidação da Lista Tríplice para PGR, a Reforma do Estatuto e a realização do 1º Congresso Técnico dos Procuradores da República. “Fomos exitosos em todos. A gestão participativa também foi uma característica importante do biênio, possibilitando uma administração eficiente dos projetos”, destacou o presidente.

Ao agradecer o empenho dos colegas que deixam a Diretoria e saudar os membros da nova gestão, Robalinho afirmou estar com a sensação de dever cumprido. “Vamos continuar o trabalho para garantir os avanços estruturais já conquistados e para promover melhorias para a carreira”, finalizou.

Reunião do Colégio de Delegados – Em seguida à posse, foi promovida a 1ª Reunião do Colégio de Delegados. Robalinho desejou boas-vindas aos colegas e ressaltou a importância de representarem a ANPR nos estados. “Vocês são a voz da nossa Associação por todo o Brasil”, disse.

Na pauta, alguns temas foram destaque, como a atuação da ANPR no Congresso Nacional e nos Conselhos (CSMPF e CNMP); e o resultado do 1º Congresso Técnico dos Procuradores da República (CTPR).

O encaminhamento de duas teses aprovadas no CTPR foi discutido: a que trata do teletrabalho e a que propõe a fusão de PRM’s. Robalinho lembrou que está aberto, até sexta-feira, 12, o prazo para o envio de destaques sobre todas as teses aprovadas. Especificamente sobre o teletrabalho, ele ponderou que a ANPR criará uma comissão para elaborar proposta a ser levada ao CSMPF. “O objetivo é apresentar uma resolução que paute o Conselho Superior”, disse.

Outro ponto analisado foi a atuação da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) nos estados. O Colégio ponderou que é necessário nortear o trabalho regional a partir de um encaminhamento direcionado e esclarecido dos temas debatidos em âmbito nacional. Robalinho concordou com a ideia e comprometeu-se em criar uma estrutura para aumentar o diálogo.

Conheça a chapa Nossa ANPR 2017:

José Robalinho Cavalcanti (PRR1) – Presidente
Humberto Jacques de Medeiros (PGR) – Vice-Presidente
Alan Rogério Mansur Silva (PR/PA)
Anamara Osório Silva (PR/SP)
Anderson Lodetti de Oliveira (PRM-Criciúma/SC)
Ângelo Goulart Villela (Vice-PGR)
Caroline Maciel da Costa Lima da Mata (PR/RN)
Celso Roberto da Cunha Lima (aposentado/PGR)
José Gomes Riberto Schettino (PR/RJ)
Lívia Nascimento Tinoco (PR/SE)
Paulo Roberto Sampaio Santiago (PR/PA)
Rodrigo Antonio Tenório Correa da Silva (PR/PE)

 

Colégio Delegados – Confira os representantes da ANPR nos estados.

Acre: Márcio Rogério da Silva Garcia e Fernando José Piazenski

Alagoas: Niedja Gorete de Almeida Rocha Kaspary e Aldirla Pereira de Albuquerque

Amazonas: Aldo de Campos Costa e Filipe Pessoa de Lucena

Amapá: Alexandre Parreira Guimarães e Rodolfo Soares Ribeiro Lopes

Bahia: João Paulo Lordelo Guimarães Tavares e Ludmilla Vieira de Souza Mota

Ceará: Adalberto Delgado Neto e Edmac Lima Trigueiro

Distrito Federal: Frederico de Carvalho Paiva e Ivan Cláudio Marx

Espírito Santo:Fernando Amorim Lavieri e Carlos Fernando Mazzoco

Goiás: Marcelo Ribeiro de Oliveira e Raphael Perisse Rodrigues Barbosa

Maranhão: Hilton Araújo de Melo

Minas Gerais: Isabela de Holanda Cavalcanti e Marcelo Freire Lage

Mato Grosso do Sul: Pedro Gabriel Siqueira Gonçalves

Mato Grosso: Gustavo Nogami e Rodrigo Pires de Almeida

Pará: Meliza Barbosa Pessoa e Igor da Silva Spindola

Paraíba: Bruno Galvão Paiva e Antônio Edílio Magalhães Teixeira

Pernambuco: Alfredo Carlos Gonzaga Falcão Junior e Roberto Moreira de Almeida

Piauí: Kelston Pinheiro Lages e Humberto de Aguiar Junior

Paraná: Raphael Otávio Bueno Santos e Maicon Fabricio Rocha

Rio de Janeiro: Leonardo Luiz de Figueiredo Costa e Maria Cristina Manella Cordeiro

Rio Grande do Norte: Victor Manoel Mariz e Cibele Benevides Guedes da Fonseca

Rondônia: Luiz Gustavo Mantovani e Daniel Azevedo Lôbo

Roraima: Érico Gomes de Souza e Miguel de Almeida Lima

Rio Grande do Sul: Marcelo Augusto Mezacasa e Filipe Andrios Brasil Siviero

Santa Catarina: Michael Von Mühlen de Barros Gonçalves e Eloi Francisco Zatti Faccioni

Sergipe: Eunice Dantas Carvalho e João Bosco Araújo Fontes Júnior

São Paulo: Leonardo Augusto Guelfi e Ana Carolina Previtalli Nascimento

Tocantins: Eron Freire dos Santos