Prêmio Innovare: tema especial será combate à corrupção

Premiação chega à 15ª edição

O Conselho Superior do Prêmio Innovare escolheu “Combate à Corrupção” como tema de destaque da 15ª edição. O colegiado esteve reunido hoje, 6, em Brasília (DF), para a primeira reunião do ano. Entre os temas discutidos estavam: calendário de atividades, o tema destaque, e os nomes que farão parte da comissão julgadora deste ano. O presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, participou do encontro.

Na edição deste ano serão contempladas seis categorias, com temas livres: Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania. Além delas, a Comissão Julgadora poderá premiar uma prática entre todas as inscritas, com o tema destaque: combate à corrupção.

A comissão julgadora será composta por 31 jurados e este ano, contará com duas novas convidadas: a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a cientista política, Maria Tereza Sadek.

Participaram da reunião o Presidente do Conselho Superior, Ministro Carlos Ayres Britto, o Secretário Nacional de Justiça e Cidadania do Ministério da Justiça, Rogério Caloro, a Presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), Norma Angélica Cavalcanti, a diretora da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Maria Isabel, a Defensora Pública Thaísa Oliveira, representando a Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE), Roberto Veloso e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Carlos Lamachia.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Innovare foi lançado em 2004, e se dedica a premiar iniciativas que ajudam na modernização e bom funcionamento da Justiça. Desde a sua primeira edição, mais de cinco mil projetos de todos os estados brasileiros já passaram pela comissão julgadora do prêmio.

A premiação é uma realização do Instituto Innovare, do Ministério da Justiça, da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE), do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA), com o apoio do Grupo Globo.