ANPR participa de painel sobre Cooperação Internacional

Durante o debate, o procurador regional da República Vladimir Aras, destacou a importância da colaboração premiada, no âmbito da cooperação jurídica internacional

O diretor de assuntos legislativos da ANPR, Vladimir Barros Aras, participou, na tarde desta sexta-feira (13), do painel ?A cooperação jurídica internacional e as perspectivas para o Brasil", na programação do seminário Macrocriminalidade ? Desafios da Justiça Federal.

A mesa foi presidida pelo conselheiro do CNMP Luciano Maia e contou com a participação do diretor adjunto do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) do Ministério da Justiça, Tácio Muzzi.

O procurador regional da República Vladimir Aras destacou a importância da colaboração premiada, no âmbito da cooperação jurídica internacional, para que o dinheiro público desviado por organizações criminosas retorne ao Brasil. E, criticou ainda, a instituição do trânsito em julgado, que torna moroso o confisco internacional de bens.

Durante o debate, Tácio Muzzi apresentou dados que mostram que mais de 1 bilhão de dólares estão bloqueados atualmente para repatriação. O seminário Macrocriminalidade ? Desafios da Justiça Federal é promovido pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), em parceria com a Direção do Foro de Minas Gerais.