Cerimônia celebra os 25 anos de trabalho da 6ª CCR

O evento teve como objetivo exaltar o relevante trabalho desempenhado pela Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais

O presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, prestigiou hoje (11) o lançamento do [COM]UNIDADES PLURAIS ? Memorial de Composições da Câmara, no projeto Aldeia da Memória. A iniciativa celebra os 25 anos da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão e integra o projeto ?MPF Cidadão ? 30 anos: uma História de Combate ao Crime e de Proteção aos Direitos Humanos?. O intuito é exaltar o relevante trabalho desempenhado pela Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais.

?Há muito na trajetória da 6ªCCR que resgata a dignidade de povos indígenas, de quilombolas, de ciganos e de todas as minorias. Ao longo desses 30 anos, o Ministério Público Federal dedicou-se à promoção da dignidade humana, sobretudo, por intermédio do trabalho da 6ªCCR. É uma história  com o espírito de construir uma sociedade plural e mais inclusiva?, comentou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na abertura.

Além da PGR, estiveram presentes à mesa de debates o coordenador da 6ªCCR, Luciano Mariz Maia; a Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat; o ex-coordenador da 6ªCCR e ex-procurador-geral da República Cláudio Lemos Fonteles; o primeiro Coordenador da 6ªCCR, o subprocurador-geral da República Haroldo Ferraz da Nóbrega; o representante dos povos indígenas Davi Kopenawa Yanomami; a representante quilombola Givânia Maria da Silva e a representante dos povos ciganos Maura Ney Piemonte.

 

Saiba mais sobre o projeto Aldeia da Memória.