Maria Cristiana Ziouva toma posse no CNJ

"Ser conselheira do CNJ será um grande desafio"

A partir de hoje (20), o Ministério Público da União (MPU) tem uma nova representante no Conselho Nacional de Justiça (CNJ): a procuradora regional da República Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva. Ela está no MPF há 23 anos e já atuou nas áreas criminal, cível, tributária, previdenciária e tutela coletiva voltada para a área indígena e cidadania. O presidente da ANPR, José Robalinho, prestigiou a colega na sessão.

Para Maria Cristiana, ser conselheira do CNJ será um grande desafio, que vem acompanhado de muito trabalho. “Estou com uma ansiedade boa e muita vontade de trabalhar. As expectativas são grandes e positivas”, celebra.

A procuradora regional afirma que atuação será focada em valores que carrega desde o início da carreira: firmeza, incentivo ao diálogo, equilíbrio e ponderação. A conselheira destacou dois pontos importantes com os quais pretende contribuir: a violência contra a mulher e a problemática da população carcerária.

Com a posse de Ziouva, o CNJ volta ter a composição completa, com 15 membros. “Com a composição completa, este conselho se encontra mais forte ainda para desempenhar as suas funções junto ao poder Judiciário nacional”, destacou o presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

"O CNJ é fundamental para a ordem jurídica brasileira e a representação do MPU é muito importante. A colega Maria Cristiana tem todas as qualidades e requisitos para ter um sucesso enorme no trabalho como conselheira, representando  a visão do MPU no órgão. A ANPR deseja parabéns e fica extremamente satisfeira que esta vaga esteja novamente ocupada", comentou Robalinho.

A ANPR deseja êxito à colega na nova etapa profissional.

Perfil – Nascida em Piraju (SP), Maria Cristiana Ziouva foi nomeada procuradora da República em junho de 1995, tendo sido lotada na Procuradoria do Estado de São Paulo. Como procuradora, exerceu suas funções junto às varas federais de São Paulo e, em 1997, foi designada para compor Conselho Estadual de Entorpecentes, como membro representante do Ministério Público Federal.

Em 2003, foi promovida a procuradora regional por merecimento. Atualmente, exerce o cargo de procuradora-chefe da 3ª região, cargo para o qual foi eleita para o biênio de outubro de 2017 a setembro de 2019. Maria Cristiana foi indicada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e aprovada, após sabatina, pela Comissão de Constituição e Justiça e pelo plenário do Senado.