Diretoria da ANPR para o biênio 2019-2021 é eleita com 672 votos

Posse será em 9 de maio

A diretoria da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e o Colégio de Delegados para o biênio 2019-2021 foram eleitos nesta quarta-feira (10), com 672 votos. O resultado foi divulgado depois das 19h, quando a votação eletrônica foi encerrada. Chapa única na disputa, a “ANPR+FORTE” tem posse marcada para 9 de maio.


Presidente eleito da ANPR, o procurador regional da República Fábio George Cruz da Nóbrega agradeceu os votos e a confiança dos associados. Segundo ele, a diretoria trabalhará com o desafio de aprofundar o diálogo, externo e interno. “Acima de tudo, numa instituição tão plural como a nossa, tratar essa característica como uma riqueza, um diferencial, um ponto positivo, o que levou à formação de uma chapa diversificada, sem qualquer pretensão de homogeneidade”, afirmou.  


“Em segundo lugar, a enorme responsabilidade de, num período de crises de representação em praticamente todos os lugares, buscar formas de cumprir bem a missão de representar os colegas, o que pretendemos realizar com a escuta atenta dos associados, empatia, transparência nas ações adotadas e com muita mobilização e união em torno das questões que são realmente importantes para a categoria”, completou. Para Fábio George, o objetivo a ser alcançado pela diretoria é o de ser um agente positivo na busca da superação dos desafios e obstáculos atuais.


Presidente da ANPR desde 2015, José Robalinho Cavalcanti enalteceu a participação da categoria nas eleições e garantiu que a transição será natural. “Será uma honra entregar a missão de comandar a ANPR ao procurador, e meu amigo, Fábio George, e à competente diretoria que ele reuniu em torno desse projeto. Todos são amplamente reconhecidos na categoria pela seriedade e eficiência no trabalho. Como foi uma eleição de chapa única, a transição já havia começado antes mesmo do resultado ser divulgado e ela estará completa até 9 de maio, com todo o apoio necessário”, disse Robalinho.  


A nova diretoria é formada pelos (as) procuradores (as):
Presidente: Fábio George Cruz da Nóbrega
Vice-presidente: Ana Carolina Alves Araújo Roman
Diretor Financeiro: Francisco Guilherme Vollstedt Bastos
Diretor de Assuntos Corporativos: Carlos Augusto da Silva Cazarré
Diretora de Assuntos Legislativos: Léa Batista Moreira Lima
Diretor Cultural: Pedro Antonio de Oliveira Machado
Diretor de Assuntos Jurídicos: Patrick Salgado Martins
Diretora de Eventos: Nathalia Mariel Ferreira de Souza Pereira
Diretor de Assuntos Institucionais: Flávio Paixão de Moura Júnior
Diretora de Comunicação Social: Hayssa Kyrie Medeiros Jardim
Diretor-Secretário: Renan Paes Félix
Diretor de Aposentados: Franklin Rodrigues da Costa

 

Delegados eleitos:

Acre: Joel Bogo (titular) e Fernando José Piazenski (suplente)
Alagoas: Antônio Henrique de Amorim Cadete (titular) e Aldirla Pereira de Albuquerque (suplente)
Amazonas: Igor da Silva Spindola (titular) e Felipe Pessoa de Lucena (suplente)
Amapá: Alexandre Parreira Guimarães (titular) e Antonio Augusto Teixeira Diniz (suplente)
Ceará: Marina Romero de Vasconcelos (titular) e Márcio Andrade Torres (suplente)
Distrito Federal: Anna Carolina Resende Maia Garcia (titular) e Ana Paula Mantovani Siqueira (suplente)
Espírito Santo: Malê de Aragão Frazão (titular) e Alexandre Senra (suplente)
Goiás: Mariane Guimarães de Mello Oliveira (titular) e Ana Paula Fonseca de Goes Araújo (suplente)
Maranhão: Marília Melo de Figueirêdo (titular) e Anne Caroine Aguiar Andrade Neitzke (suplente)
Minas Gerais: Zani Cajueiro Tobias de Souza (titular) e Marcelo Freire Lage (suplente)
Pará: Paulo Roberto Sampaio Anchieta Santiago (titular) e Lucas Daniel Chaves de Freitas (suplente)
Paraíba: Bruno Galvão Paiva (titular) e Antônio Edílio Magalhães Teixeira (suplente)
Pernambuco: Wellington Cabral Saraiva (titular) e Alfredo Carlos Gonzaga Falcão Júnior (suplente)*
Piauí: Kelston Pinheiro Lages (titular) e Igor Lima Goettenaur de Oliveira (suplente)
Paraná: Henrique Gentil Oliveira (titular) e Monica Dorotea Bora (suplente)
Rio de Janeiro: Maria Cristina Manella Cordeiro (titular) e Jessé Ambrósio dos Santos Júnior (suplente)
Rio Grande do Norte: Caroline Maciel da Costa Lima da Mata (titular) e Victor Manoel Mariz (suplente)
Rondônia: Tatiana Versiani de Noronha Ribeiro (titular) e Daniel Azevedo Lôbo (suplente)
Roraima: Érico Gomes de Souza (titular) e Alisson Fabiano Estrela Bonfim (suplente)
Rio Grande do Sul: Marcelo Augusto Mezacasa (titular) e Letícia Carapeto Benrdt (suplente)
Sergipe: Ramiro Rockenbach da Silva Matos Teixeira de Almeida (titular) e Eunice Dantas (suplente)
Tocantins: Fernando Antônio de Alencar Alves de Oliveira Junior (titular) e Paulo Rubens Carvalho Marques (suplente)

*A pedido, o nome será substituído por João Paulo Holanda