Prazo para entrega de artigos científicos foi prorrogado até 30 de setembro

O objetivo é selecionar textos para publicação eletrônica e impressa em coletânea conjunta

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e o Ministério Público Federal prorrogaram até 30 de setembro o recebimento de artigos científicos sobre “Liberdade de expressão e direito à informação” e “A atuação do Ministério Público através de acordos”. Os dois editais têm como objetivo selecionar textos para publicação eletrônica e impressa em coletânea conjunta.
 
A comissão avaliadora dos artigos sobre “Liberdade de expressão e direito à informação” é composta pelos procuradores da República Jefferson Aparecido Dias e Nathalia Mariel; pelos procuradores regionais da República Alexandre Espinosa Bravo Barbosa, Robério Nunes dos Anjos Filho e Sílvio Amorim; e pelo diretor da FGV Direito São Paulo, Oscar Vilhena Vieira.
 
Os trabalhos sobre a “Atuação do Ministério Público através de acordo” serão avaliados pelos procuradores da República Antônio do Passo Cabral, Lígia Cireno e Pedro Antônio de Oliveira Machado; os procuradores regionais da República Maria Iraneide Facchini; o subprocurador Nicolao Dino; e o promotor de Justiça Emerson Garcia.
 
Os trabalhos precisam ter entre 10 e 20 páginas, e devem ser encaminhados para alana@anpr.org.br, com o título "Edital Conjunto nº 1, de 19 de julho de 2019", em formato .doc.

 

Confira o edital para artigos sobre atuação a atuação do MPF por meio de acordos


Confira o edital para artigos sobre liberdade de expressão e direto à informação