Indígenas de Mato Grosso terão recursos destinados à Covid-19

A Justiça Federal em Mato Grosso acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que parte dos recursos recuperados pela Operação Ararath vá para o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei/Kaiapó). A verba será utilizada no combate ao Covid-19 nos povos do Mato Grosso.

O valor destinado será de R$ 57,7 mil para aquisição de materiais médico-hospitalares, além de ações educativas para os povos. O Dsei/Kaiapó é responsável pelas atividades de atenção básica à saúde dos povos indígenas. Ao todo, são três Casas de Apoio à Saúde Indígena (Casai), três pólos base e 30 Unidades Básicas de Saúde Indígena (Ubsis).

O Dsei/Kaiapó atende cerca de 5 mil indígenas em 53 aldeias, divididos em 11 etnias de oito municípios de Mato Grosso e Pará. Como tem sido as ações do MPF pelo Brasil, a destinação dos recursos contou com a participação do Dsei/Kaiapó com informações dadas ao MPF sobre o que precisariam neste momento.

Uma conta judicial será aberta para que o Distrito Sanitário possa adquirir os equipamentos solicitados. A partir de então, a Coordenação do Dsei/Kaiapó deverá prestar contas dos gastos. Além disso, a cada 30 dias durante seis meses, deverá ser apresentado ao MPF informações sobre atendimentos.


Imprimir   Email