Notícias

Comissões ANPR Mulheres e Raça são convidadas a debater o protocolo para julgamento com perspectiva de gênero em evento realizado pela Escola Superior do MP do Paraná

Comissões ANPR Mulheres e Raça são convidadas a debater o protocolo para julgamento com perspectiva de gênero em evento realizado pela Escola Superior do MP do Paraná

A coordenadora da Comissão ANPR Mulheres, Luciana Loureiro e a coordenadora adjunta da ANPR Raça, Nathália Mariel, participarão da live: “A atuação do MP na implementação do protocolo para julgamento com perspectiva de gênero”. Elas foram convidadas pela Escola Superior do Ministério Público do Estado do Paraná (ESMPPR) a discutir a temática com membros do MP de todo o país. O evento será no próximo dia 20, das 9h às 11h.

Luciana Loureiro, que é vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), e Nathalia Mariel, que é procuradorad a República no Pará, abordarão a necessidade e as formas de aplicação do instrumento criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na atuação do Ministério Público, ainda que seja um documento voltado à magistratura.

A mediadora será a promotora de Justiça do MPPR Mariana Seifert Bazzo.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou o Protocolo para julgamento com perspectiva de gênero, em 2021, em caráter de Recomendação. No ano passado, houve a publicação a Resolução nº 492/2023, que torna obrigatória a adoção do protocolo para todo o Poder Judiciário brasileiro, a fim de alcançar a igualdade de gênero, um dos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU.

Os participantes terão direito a certificado. Para isso, devem preencher o formulário disponibilizado durante a live. A ESMPPR encaminhará o comprovante de participação por e-mail.

Serviço:
Encontro on-line: A atuação do MP na implementação do protocolo para julgamento com perspectiva de gênero
Data: 20/06/2024
Horário: das 9h às 11h
Assista aqui: 

logo-anpr